A intervenção no espaço publico tem sido uma das principais estratégias da junta de Freguesia do Centro Histórico de Évora

A intervenção no espaço publico tem sido uma das principais estratégias da junta de Freguesia do Centro Histórico de Évora, que desta vez avançou para mais uma intervenção num espaço onde há muito se sentia a necessidade de intervir.

Decorrente do aumento da capacidade operacional da Junta de Freguesia, com a entrada ao serviço de um assistente operacional e do equipamento necessário para executar as tarefas de intervenção no espaço público, apoiado pelo novo veículo elétrico da freguesia, peça fundamental para a implementação efetiva destas novas valências e capacidade de intervenção da junta de freguesia, há muito ambicionada e que concretiza uma das principais propostas para o atual mandato, desta vez, a junta de freguesia tomou totalmente a seu cargo, a recuperação de um espaço onde há muito se sentia a necessidade de uma intervenção urgente. Trata-se da porta da muralha que atravessa a muralha na zona oeste da freguesia, bem como a escadaria que faz a ligação à Rua do Teatro, que se encontrava altamente degradada, grafitada e a necessitar do cuidado que consideramos ser nosso dever e ambição alargar a toda a freguesia e à cidade património da humanidade. Tentando dar o exemplo, consideramos que esta intervenção de recuperação repôs este espaço nas condições mínimas exigíveis, trabalho que nos orgulha e que pretendemos continuar na nossa freguesia, no limite das nossas competências e dos recursos disponíveis, agora altamente potenciados.